Páginas

quinta-feira, 31 de março de 2016

Carta aberta ao querido povo brasileiro

Carta aberta ao querido povo brasileiro
Reflexões - março de 2016

Não dá pra entender como “cidadãos” que viveram na pele, nos ossos, nas emoções/acompanhando os horrores do golpe de 1964, com retrocessos e mediocridades tantas podem continuar atrelados às negociações da política de baixo teor, coniventes com a perversa mídia golpista. Não se respeita a Constituição, a Democracia, porque os $$$$ valem mais junto à ganância, desejo de elevação social e promessa de podres poderes. Golpistas atrelados às megas corporações nacionais e/ou internacionais inspiram sonhos. Em defesa da Constituição.
O Mundo dá voltas, ainda acredito na inteligência do povo que sustenta o Brasil com o suor de seus corpos; produtores culturais em todas as áreas do saber e trabalhadores assalariados, sofridos construtores de cada dia.
Em defesa das riquezas nacionais, por amor a Petrobras e pela Constituição. Em outubro de 1953 o Presidente da República, Getúlio Vargas, fundou a Petrobras (garantia nacional), seu funcionamento em maio de 1954. Tão bem “compreendido” pelos traidores da época, deu a resposta com própria vida, com o suicídio, no mesmo ano, em agosto de 1954. Ficou na História. Seus adversários viraram pó de cal.
Dilma Rousseff, presidenta do Brasil, democraticamente eleita, com todas as suas falhas governamentais sustenta, segura, a Nação. Fica na História pela dignidade moral e ética.
Em defesa do Estado de Direito e pela Democracia. Golpe frio, armado com total falta de coerência e lisura ética, sem o mínimo de credibilidade. Os ladrões notórios do Congresso são os mandatários do impeachment da Presidenta Dilma quando não existe qualquer crime de responsabilidade? Não se leva o país ao caos por não se aceitar num partido, por não se ter ideias políticas e administrativas afins com o Governo estabelecido. Por pura e simples soberba, ganância política, pisa-se na Constituição ignorando o poder jurídico.
O Brasil não é uma republiqueta, somos uma das economias mais fortes do mundo com todos os nossos erros e acertos. Minha bandeira Verde e Amarela é em defesa do nosso patrimônio – Estado de Direito. Nossa Constituição de 1988 assegura exercícios dos direitos individuais e sociais, fundamental defendê-la.
O que está por trás do Grande Espetáculo, armado na calada da noite, virá à tona. Tudo gira em círculo matemático e preciso.
Soberania Nacional. Dilma Fica.


  *Martha Pires Ferreira - artista plástica, astróloga, apartidária, eremita urbana.

Nenhum comentário: