quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Feliz Aniversário, 29 de janeiro !


 Felicidade se realiza!
Almoço, aniversário de meu filho Thomas, no Villarino 
 Flamboaiã, da minha janela, 
no jardim florido!
 Rua Joaquim Murtinho, onde morro, Santa Teresa, em obras à espera do nosso querido Bondinho. Transtornos sem  ideia do tempo....vivendo na era pré-socrática...moradores ....caminhamos na esperança de ver as obras realizadas com sustentabilidade, beleza e competência.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Signo de Aquário Verão /hemisfério sul



 Urania, deusa da astronomia, Planetário, RJ - senhora do cosmo
Saturno senhor do tempo inexorável e Urano senhor dos espaços - regentes de Aquário
Sete sábios mostram o céu estrelado
Astrologia é uma linguagem simbólica.O signo de Aquário pertence ao elemento Ar - Analogia com Saturno e Urano - masculino, fixo.
Aquário é o 11º signo do Zodíaco (19-20-21/jan. a 18-19-20/fev.dependendo da latitude e longitude horária).

Características agradáveis e desagradáveis deste signo:Espaço. Humanismo. Projetos, idéias, planos. Resistência. Amizade. Esperança. Reservas. Individualidade. Intolerância. Originalidade. Independência mental. Pretensão. Dispersão. Utopia. Abstração. Sentido de grupo. Fraternidade. Coletividade. Rebeldia. Ousadia. Imprevisibilidade. Intuição. Independência. Doação. Criatividade. Democratização. Socialização. Experiência. Revolucionário. Pioneiro. Propagação das idéias. Progresso. Evolução. Ciência e tecnologia. Desprendimento. Sensibilidade intelectual. Percepção. Reflexão. Desapego. Intransigência. Irritabilidade. Nervosismo. Irreverência. Extravagância. Inventividade. Excentricidade. Bizarrice. Frieza intelectual. Afastamento. Inconvencional. Indiferença. Desprezo. Hierarquia de valores. Fraternidade. Solidariedade. Cósmico. Universalidade. Unicidade. Fiel a si próprio. Ceticismo. Eletricidade. Visão de futuro. Amor à solidão e ao silêncio.

Símbolos do signo de Aquário em várias épocas da história

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Santa Teresa à espera dos amados BONDES

Venham todos se deliciar em Santa Teresa.
Rio de Janeiro, cidade maravilhosa, paleolítica... gregoromana... medieval...barroca...posmoderna... contemporânea...
Santa Teresa linda e formosa... Amada por moradores e bípedes pelados com vestes nacionais e internacionais passeiam pelo Principado repletos de felicidade e encantamento à espera dos BONDES... alegria de todos!
Subam a pé pela Rua Joaquim Murtinho... seguimento... viaduto Arcos da Lapa... caminhando chegam ao Reino do Paraíso Perdido...
A rua mais atraente e inigualável, surpreendente, inusitada lhe espera... 
 Arte Operária - pião de obra
Ivens Machado e Cildo Meireles gostariam de ver.

 Rua Joaquim Murtinho
 calçada 
 pombinha e trilhos em repouso aguardam o BONDINHO.
 
caminhando pés descalços, na mesma rua - contato com a Mãe Natureza
 paralelepípedos - obra de Arte Contemporânea
O Rio de Janeiro é beleza visual !
_______________________________

domingo, 12 de janeiro de 2014

Quarteto de Choro e Ópera

Programas felizes para amante da música
Todos os domingos no Parque das Ruinas.
Quarto de Choro
- Santa Teresa - das 12h às 14h.
Maria Souto- flauta
João Gabriel Souto- clarinete
Glauber Seixas- violão
Gabriel Leite- pandeiro
Hoje o convidado especial foi
 - João Lyra – violonista e compositor.
Ás 15h já em casa pude me deleitar com
  A flauta mágica de A. Mozart -1791.
Rádio MEC FM
[programa que não perco, desde menina,
estando em casa aos domingos – ópera.
[Foi ouvindo o clássico que depurei meus ouvidos]
~~~~~~~~~~ 
Cada gênero ao seu tempo/ hora – nada de misturar –
Sinfonias, câmara, ópera, popular... pedem espaços únicos.
                         Gostaria de ouvir sinfonias e óperas 
                                                        nas TVs públicas.
Não se devem minimizar os ouvidos dos ouvintes
 - pessoas as mais simples que sejam.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Não, não, não quero falar sobre as barbáries
 do Estado do Maranhão.
Minha sensibilidade orgânica não aguenta tamanha vergonha.
Nem as hienas são capazes de tanto horror.
_________________

sábado, 11 de janeiro de 2014

Historinha ZEN

bico de pena e aquarela, 2010 / 2005 
O POETA HAKURAKUTEN E O MESTRE DORIN
 O mestre Dorin costumava meditar no alto de uma árvore. Certo dia, o poeta Hakurakuten veio visitá-lo e, vendo-o encarapitado num galho alto, assustou-se e exclamou:
            - Cuidado, Mestre!
            O mestre gritou lá de cima:
            - Quem está em perigo és tu!
Que perigo ameaçava o poeta, que estava tranquilo, com os pés firmemente apoiados no chão? Hakurakuten perguntou, então, ao Mestre:
            - Qual é a essência do Budismo?
            - Não fazer o mal e praticar o bem.
            - Mas até uma criança de três anos sabe isso!
            - Sim, mas é uma coisa difícil de ser praticado mesmo por um velho de oitenta anos.
________________________


segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Dia de Reis Magos - hoje, 6 de janeiro

Adoração dos Reis Magos - Alberto Durer séc. XVI 
Os Reis Baltasar, Gaspar e Melquior - Reis astrólogos vindos do Oriente.
Levaram ouro incenso e mirra para a Criança Divina Jesus Cristo que nascera em Belém.
Os Reis Magos anunciaram ao mundo o nascimento daquele que veio revelar a toda a humanidade que somos imortais, filhos do mesmo Pai celeste, irmãos/ãs de toda a Humanidade, de toda a Criação.
Jesus Cristo é a revelação, a redenção.

Dia 6 de janeiro comemora-se a Epifania, rito oriental – Mistério da encarnação de Jesus Cristo – o Messias – o salvador da Humanidade.
Os Reis Magos, sábios astrólogos do Oriente, representam em si todos os povos do Universo. Vendo a Estrela do Oriente disseram uns para os outros: “Este é o sinal do Grande Rei”(S. Mateus 2, 1-12)
Baltasar, o rei negro ofereceu a Mirra, uma resina aromática, Gaspar o incenso purificador e Melquior de barbas brancas ofereceu o ouro, símbolo da realeza e da imortalidade.
_______________________

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Gioconda observa 2014

Bico de pena/ nanquim sobre cartão postal, 2013 - martha pires ferreira
Gioconda de óculos observa o mundo em 2014. 
Serena e altiva antevê, em silêncio, os descompassos e saltos quânticos no planeta.
Nada mudou muito do séc XVI até hoje, da Antiguidade até hoje, do Manifesto Comunista até hoje - continuamos bípedes pelados nos desentendendo como povos/nações e etnias - interesses materiais e espirituais, científicos e naturais. 
A mensagem mais perdurável de paz, entendimento e solidariedade humana ainda não está sendo praticada, essencialmente, como sonhamos para esta maravilhosa Casa Comum que é este planeta Terra que habitamos sedentos de plenitude e felicidade.
~~~~~~~~~~~~~~

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Transições profundas no percurso da História - 2014 - Natal é nascimento

        










Sessetta, 1392-1450, 
A viagem dos reis magos. 
Os primeiros a anunciar o nascimento de Jesus. 
Dia 6 de janeiro comemora-se
 o Natal para os cristãos ortodoxos. 
~~~~~~~~~~
         Os grandes desafios continuarão em 2014, nesta transição fundamental no percurso da História: transformações radicais e profundas em escala mundial, mesmo nas grandes corporações, as quais terão com seus velhos modelos, sócio-técnico-capitalista, que confrontar com inúmeros grupos/tribos alternativos/ independentes atuando por todo o planeta Terra.
            Os que mais se destacaram em 2013 - notáveis por lutarem para o bem comum:
          - os jovens no mundo todo, nas ruas, com suas manifestações reivindicando direitos, obrigações, deveres e responsabilidades pessoais e públicas. Jovens enfrentando a crise hegemônica em escala mundial, o estreitamento, do modelo capitalista, perverso e cruel. Os jovens reivindicando seus direitos ao Sol (vida, bens, trabalho, saúde, prazeres e alegrias) para todos, indistintamente. Ponto alto, junho de 2013 com as manifestações dos jovens, no Brasil.
          - e mais, pessoas notáveis em minha ótica; Pepe Mujica, Snowden, Francisco - Bispo de Roma, Rafael Correa e Evo Morales. E não nos esqueçamos de Fernanda Montenegro, no mundo das artes.
~~~~~~~~~~~~~~~~
Procuro decifrar o que está escrito no Céu, nas Estrelas, mas não gosto de escrever jargões astrológicos. O Zodíaco em sua totalidade macrocósmica me encanta, é o Cosmo que se revela. Já o Mapa Natal, o Horóscopo, aprisiona, reduz, limita. Tenho prazer em romper o geográfico e mergulhar no cosmográfico, sem limites, sem fronteiras. Nem almejo que me entendam, viajo no tempo e no espaço libera. 
_____________________