Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Fotografia inédita - Nise, Niemeyer e Gullar - 1995

Nise da Silveira, Oscar Niemeyer, Ferreira Gullar e outros presentes.
Conversa depois de uma homenagem.
Todos estão atentos ouvindo Nise
FUNARTE – 1995.
Foto: martha pires ferreira
(não me recordo data exata da homenagem e pessoas presentes)
_______________________

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Ateliê Livre

Visitem a página da Casa das Palmeiras
Bela e rica produção plástica, espontânea.
Ateliê Livre, às terças-feiras, nas férias.
****
**********************************************

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Metáfora dos Astros

Metáfora dos Astros, Um olhar na História Antiga - Aspectos

Martha Pires Ferreira
Editora Independente – VIDA, RJ - 2004. 210 págs.
R$ 40,00.
________
Este meu livro de Astrologia está praticamente esgotado.
Inicialmente faço considerações gerais sobre a História da Astrologia desde a Antiguidade. Depois as conexões, Aspectos celestes, entre os astros baseada em mais de 35 anos de experiência prática. Observações que podem ser aplicadas, particularmente, para análise de Horóscopo Natal, Progressão Secundária, Trânsito, Revolução Solar, Evolutivo e mais métodos.
Indicações Bibliográficas Gerais e Subsidiárias – Astrologia, História, Mitologia, Simbologia, Psicologia e outros.
______
Pode ser encontrado:
Fone: (21) 2242-9341
Livraria Leonardo da Vinci
Avenida Rio Branco, 185, lojas 2, 3, 4 e 9.
Fone: 55 (21) 2533-2237

info@leonardodavinci.com.br
___________________________

domingo, 16 de janeiro de 2011

Ore e labore!

A imensa generosidade humana se revelando diante de tamanha tragédia na Serra nos convida a reflexões profundas sobre a Vida e seus valores fundamentais.
Nós bichos humanos, precisamos voltar mais humildemente para a Mãe Natureza e prestar atenção no que ela nos mostra em sua imensa sabedoria. Nós bípedes pelados, arrogantes e frágeis nos afastamos dos sinais e encantos da natureza. Os animais, nossos irmãos, conhecem os segredos de defesa diante dos abalos da natureza, mas nós nos embrutecemos com as parafernálias que inventamos, e afirmamos serem estes os valores primordiais para nossa inteligência e felicidade. Ilusão, puro engano. Só conhece a Vida quem mergulha nos mistérios da Natureza, quem não esqueceu que é bicho gente sensível aos fenômenos da natureza. Não vamos nos culpar de nada, mas vamos repensar a Vida, respeitar seus mistérios insondáveis e ouvir mais amorosamente o que nos diz a Natureza e seus ciclos.
Oremos pelos desabrigados. Oremos!
____________________

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Reflexões com Santa Bárbara

Quando eu era criança, diante de fenômenos violentos da natureza, tempestades ou enxurradas sem controle, era hábito orarmos para Santa Bárbara, protetora das tempestades. Os tempos mudaram e o ceticismo tomou conta arrogantemente dos corações duros e das mentes racionais, ausentes de intuições sensíveis. Na Antiguidade se tinha um respeito profundo pelas leis da natureza. A Vida era entendida como um só corpo, um só mundo/céu e terra. Não éramos órfãos, podíamos pedir aos céus a proteção Divina. A vida é um profundo mistério.

O que está ocorrendo? Simbolicamente devemos ler as estrelas. Desde que o planeta Plutão entrou no signo de Capricórnio, e em razão dos astros formarem aspectos difíceis nos no céu, que acompanhamos perplexos terríveis acontecimentos, os mais desoladores possíveis em todas as áreas de nossa vida terrena. Dramáticos acontecimentos; os mais diversos e em todas as dimensões por todo o nosso planeta Terra.
As finanças e economia do mundo se desabando, deterioradas nas bases, corroídas sem mais sustentação deixam os povos inseguros e sem horizontes. A sede de guerras estúpidas, o consumo compulsivo de bens, a dependência das drogas as mais plurais e os desejos incontidos de sexo sem afetuosidade amorosa levam, cada vez mais, o ser humano a uma porta sem saída; ausência de horizontes criativos e de paz interior e exterior. Nada garante, indica um futuro pleno e feliz para todas as espécies. Vivemos a noite escura dos sentidos e da alma, tão bem descrito por João da Cruz.
Não vamos nos ocupar com acusações por falta de cuidados nas zonas de risco. Necessário sim, ser criado padrões de alerta. A devastação foi inconcebível, uma violência desmedida da natureza que nos surpreendeu sem pedir licença.
Os astros sinalizam. Estão nos alertando para algo que não estamos compreendendo? Diante da fúria da Natureza mãe a nos assustar tremendamente o que fazer? Estamos perplexos e com humildade devemos tentar entender os mistérios insondáveis que nos cercam.

As enxurradas na Região Serra do Estado do Rio de Janeiro, em particular Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis foram devastadoras. Calamidade de cortar o coração. A nossa sensibilidade só tem olhos para a compaixão, a solidariedade e a oração.
****
Santa Bárbara, rogai por nós!
Providência Divina, acolhei os dasabrigados!
Cordeiro de Deus tende piedade de nós!
****
Martha Pires Ferreira / 13 de janeiro de 2011.
__________________

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Reis Magos, ainda

Natividade é nascimento. Tempo de alegria pelas coisas novas que vão surgindo, que não se esgotam no tumulto de fim de ano com abraços, presentinhos e trocas, comilanças e brindes. Natal é coisa profunda que não se esgota de repente.
Acompanhando os festejos da Folia de Reis, a beleza do Reizado no Brasil e relendo sobre os Reis Magos, 6 de janeiro, matéria que Leonardo Boff me enviou em início de 2007, resolvi transcrever o texto aqui para os que amam a reflexão mais duradoura, e porque ainda estou no clima de nascimento de valores, idéia, intuições e sutilezas, no horizonte, para serem vividas neste Ano Novo de 2011.
____
Os Reis magos ontem e hoje
Leonardo Boff - 1/ 01/ 2007.

No Segundo Testamento há duas versões do nascimento de Jesus. Uma do evangelho de Lucas que culmina com a adoração dos pastores. A outra, do evangelho de Mateus que se concentra na adoração dos três reis magos. A lição é: judeus e pagãos, cada um a seu modo, encontram Jesus.
As Escrituras judaico-cristãs deixam claro que Deus não se revelou apenas aos judeus. Antes de surgir o povo de Israel com Abraão, revelou-se a Enoque, a Noé, a Melquisedeque, depois a Balaão e ao rei Ciro. Os reis magos pertencem a este grupo. Quem eram eles? Eram astrólogos vindos provavelmente da Babilônia. Naquele tempo astronomia e astrologia caminhavam juntas. Certo dia, estes sábios descobriram uma estranha conjunção de Júpiter com Saturno que os aproximou de tal forma que pareciam uma única grande estrela, na constelação de Peixes. Desde o tempo de Kepler(+1630) os cálculos astronômicos mostraram efetivamente que no ano 6 antes de Cristo (data do nascimento de Cristo pelo calendário corrigido) ocorreu tal conjunção. Para os sábios, este fato possuia grande signficação. Júpiter, na leitura astronômica da época, era o símbolo do Senhor do mundo. Saturno era a estrela do povo judeu. E a constelação de Peixes era o sinal do fim dos tempos. Os sábios babilônicos assim interpretaram: no povo judeu (Saturno) nascerá o Senhor do mundo (Júpiter) sinalizando o fim dos tempos (Peixes). Então se puseram a caminho para prestar-lhe homenagem. Sempre houve na história dos povos, pessoas simples ou sábios que se puseram a caminho em busca de salvação, quer dizer, de uma totalidade integradora. Deus foi a seu encontro nos seus modos de ser e de pensar.
Mas por que foram encontrar Jesus? Porque, segundo a compreensão dos cristãos, Jesus é um princípio de ordem e de criação de uma grande síntese humana, divina e cósmica. Quando dão o título de Cristo a Jesus querem expressar esta convicção. Esta síntese se encontra também em outras religiões sob outros nomes: Sabedoria, Logos, Iluminacão, Buda, Tao. Estes são os "ungidos e consagrados"(significado de Cristo) para serem um centro atrator e unificador de tudo o que há no céu e na terra. Mudam os nomes, mas o sentido é sempre o mesmo.
Nossa realidade, entretanto, é contraditória. É feita de elementos sim-bólicos e dia-bólicos, de verdade e de falsidade, de bondade e de maldade. Como podemos distinguir um do outro? Como criar uma ordem superior que ultrapasse essas contradições? Precisamos de um Centro ordenador e animador de uma síntese pessoal, social e também cósmica.
Os evangelistas usaram o fenômeno astronômico para apresentar Jesus como aquele Senhor do Universo que vem sob a forma de uma criança para unificar tudo. Essa Energia é divina mas não exclusiva. Ela se express sob muitas formas históricas. Em Jesus, o Cristo, ganhou uma concretização que mobilizou outras culturas com seus sábios vindos do Oriente.
Todos os caminhos levam a Deus e Deus visita os seus em suas próprias histórias. Todos estão em busca daquela Energia que se esconde no signficado da palavra Cristo. Esse encontro com a Estrela produz hoje, como produziu ontem, alegria e sentimento de integração. Haverá sempre uma Estrela no caminho de quem busca. Importa, pois, buscar com a mente sempre desperta aos sinais como os reis magos.
*******************************

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Feliz Natividade, ainda!

Adoração no bosque
Frei Filippo Lippi séc XV.

Hoje, 07 de janeiro de 2011, às 10h, realizou-se a Divina Celebração da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo no rito ortodoxo russo - paróquia de Santa Zenáide, em Santa Teresa, RJ.
A Igreja Ortodoxa, no mundo, festejou a Natividade de Nosso Senhor Deus e Salvador Jesus Cristo, ontem dia 6, Vésperas, e hoje, a Divina Liturgia. Ainda por dias continuam as comemorações natalinas, se encerrando dia 13 com outra Divina Liturgia. As celebrações do natal se prolongam com profunda espiritualidade e alegria, tendo a presença das crianças como simbólica referência para tão significativa data.
A Igreja de cúpula dourada tem no seu interior belos Íconos. Durante a celebração com música, muitos arranjos de flores coloridas, árvore de natal, finas velas acesas pelos fiéis. A igreja fica repleta de crianças brincando ou orando, dependendo das idades. Como é um dia importante para as crianças é tradição ganharem presentes depois da celebração.
****
Leitura de São Mateus cáp.2; vers. 1 a 23 - "Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia (...) eis que vieram magos do Oriente a Jerusalém, perguntando: 'Onde está o rei dos judeus recém-nascido? Com efeito vimos a sua estrela no céu surgir e viemos homenageá-lo' (...) E eis que a estrela que tinham visto no céu surgir ia à frente deles até que parou sobre o lugar onde se encontrava o menino. (...) Em seguida, abriram seus cofres e ofereceram-lhe presentes: ouro, incenso e mirra".
********************

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

6 de janeiro - Feliz Natal !

Adoração dos Magos de Fra Angélico. sé. XV.
Hoje é dia de Natal para o rito cristão Ortodoxo.
~~~~
Comemora-se o nascimento de Jesus, Rei de todos os reis.
E
dos três Santos Reis Magos, Astrólogos do Oriente - os quais, observando os sinais das estrelas, vindos dos céus, anunciaram para o mundo
o nascimento de Jesus, O Cristo.

Melquior -
o mais velho, de barbas brancas é quem oferece uma caixa com Ouro, símbolo da realeza espiritual do Menino Jesus. O amor de Deus que excede todas as virtudes.
*
Baltazar - o rei negro que oferece a Mirra, uma resina aromática, símbolo da humildade e da imortalidade.
*
Gaspar - o mais jovem que oferece o Incenso, símbolo das orações feitas com devoção e interioridade espiritual. Seu aroma sobre aos céus e agrada a Deus.
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
Por todo o Brasil, temos festas populares - a Folia de Reis - protetores dos viajantes.
Os três Santos Reis Magos são festejados com profunda religiosidade.
___
Ó de casa, nobre gente,
Escutai e ouvireis,
Lá das bandas do Oriente
São chegados os três reis!
Quadrinha popular
___________________________

domingo, 2 de janeiro de 2011

Dilma Rousseff - 1ª Presidente Mulher da República Federativa do Brasil

Dia 1 de janeiro de 2011, com emoção e em plena atenção acompanhei tudo da posse da 1ª Presidente Mulher da República Federativa do nosso Brasil, pela TV.
Dilma Vana Rousseff foi declarada empossada às 14h52, assinou o termo de posse às 15h00, e, anunciado para todo o Brasil e o mundo pelo Presidente da Câmara, às 15h02, Brasília.
Uma forte chuva lavou o chão da Esplanada dos Ministérios na chagada de Dilma Rousseff para a posse. Rico simbolismo ver as águas caírem do céu nublado! Iniciou-se o cortejo em carro fechado, mais tarde o Firmamento se abriu majestoso no céu de Brasília, e o público ansioso, estimado em 30 mil pessoas, que a aguardava, pode vê-la acenando feliz para todos com a capota do Rolls Royce arriada. Elegante em tailleur pérola, sóbria, firme e com altivez, Dilma percorreu todo o cerimonial, descontraída. Ao passar revista diante das Forças Armadas, num gesto de reverência, beijou a bandeira do Brasil.
Em seu pronunciamento no Congresso Nacional nada ficou esquecido. Agradecimentos ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um homem do povo que decide convocar uma mulher para dirigir os destinos do país. Nada ficou de fora: a mulher, a educação, a cultura, a erradicação da miséria como prioridade. Saúde, transporte, economia, política, ciência, indústria, tecnologia, pré-sal, meio ambiente. Crimes e drogas. Imprensa: “Prefiro o barulho da imprensa livre ao silêncio da ditadura”.
Será rígida na defesa do interesse público. Reafirmou não ter compromisso com o erro, o desvio e o malfeito. “Não tenho qualquer arrependimento, tão pouco ressentimento ou rancor”. Citou Guimarães Rosa, de sua terra, Minas Gerais: “O correr de vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”.
Carinhosa para com a família, Dilma Rousseff há de cuidar e honrar o legado de Presidente do país. Afetuosa, afirmou em suas palavras finais: “É com este mesmo carinho que quero cuidar do meu povo, e a ele – só a ele – dedicar os próximos anos de minha vida”.
“Que Deus abençoe o Brasil.
Que Deus abençoe a todos nós!”
_______
Grande significado para a História, a 1ª Mulher Presidente da República Federativa do Brasil. Dilma, mulher corajosa, afetiva e determinada há de melhorar nossa sociedade e fortalecer a democracia. Avanço social e cultural; literatura, música, cinema, artes visuais. Dilma acredita na produtividade e criatividade do povo brasileiro.
Importante somos todos nós, cada um com seus talentos, colaborarmos para o Brasil sem exclusões; justo, igualitário, criativo, humano, feliz com liberdade, indo e vindo / tendo e sendo. Brasil, Libero sempre, libero!
___________________________

sábado, 1 de janeiro de 2011

Cristo no julgamento com espada


Boas Novas 2011 !
"Pai Nosso ... lavrai-nos de todo o mal"

Afresco russo, séc XIV
_______________________________