segunda-feira, 28 de julho de 2008

Entrevista de 1991

Amigos sempre me pedem para escrever/falar sobre o que estou pensando para o mundo daí para frente. O que disse no passado já está documentado. Entre muitas matérias curiosas encontrei esta de 1991. Só a solidariedade e as Artes salvarão o mundo nesta travessia tão perigosa de um nível para outro de consciência.
Tenhamos Esperança de um salto quântico de qualidade no coração do ser humano.

Não podemos deixar que o inverno mate a árvore

Entrevista publicada na Revista
Perspectiva Universitária n°258
Ano XVII RJ em março de 1991

Durante muitos anos a artista plástica Martha Pires Ferreira estudou ciências como a quiromancia, numerologia, grafologia. Leu textos de monges hindus que previam uma era de desorganização da humanidade, a época do Kaliuga. Estudou C. G. Jung, profecias e textos de Thomas Merton, monge trapista que já falava desta civilização tão vazia de sentido, decadente e sem humanitarismo. Leu os sábios chineses, curiosa de tudo que se relacionasse com a maneira como se expressa o Cosmo.
Em 1972, numa viagem à Europa, foi convidada pelo famoso astrólogo francês, Jean Pierre Nicola, para um encontro de astrólogos. Isto além de ter-lhe proporcionado acesso aos grandes da astrologia da Inglaterra e França, levou-a a participar de seminários e a mergulhar em bibliotecas, ávida por tudo o que lhe explicasse a cosmogonia.

Terminou por tornar-se astróloga, hoje conhecida em todo o Brasil pelo acerto de suas previsões. Em plena campanha pelas Diretas Já, lamentava, mas afirmava que toda a mobilização popular não levaria a nada de efetivo. Quando Tancredo Neves foi eleito, Martha declarou que ele seria alvo de todas as honrarias, mas jamais chegaria à Presidência. Anunciou as transformações da URSS, bem antes de Gorbatchov.
Em julho do ano passado, numa palestra em Santa Teresa (RJ), baseada no Evangelho de São João Evangelista*, ela alertou para o conflito que iria eclodir no Oriente Médio. Em seguida Saddam Hussein invadiu o Kuwait. Vejamos as previsões da astróloga.
“Esta guerra podia ser prevista, porque estamos vivendo o que, no I Ching, chama-se ponto de mutação. A cada 2165 anos, aproximadamente, o eixo vernal da Terra desloca-se de um signo para outro, trazendo uma mudança de valores absolutamente radical. E estamos vivendo este momento, com a Terra deslocando seu eixo de Peixes para Aquário. É uma fase muito difícil, principalmente para as pessoas muito apegadas ao temporal, ao material. Dá-se a reação às mudanças e com elas os conflitos, atritos, violências, destruição neste ou naquele espaço. Muitas coisas vão acontecer em conseqüência destas transformações, que não se dão em dias, mas em décadas. Creio, portanto, que a crise atual durará uns 20 ou 25 anos”.
Na verdade, acho que tudo começou em 73, com a crise do petróleo, que iniciou a desorganização do mundo pelo problema do poder, do dinheiro. Nesta década de 90, o que está acontecendo é que a guerra tornou-se mais clara, mais acintosa. Os conflitos vão estender-se ao mundo inteiro. Na hora em que parar um pouco aqui começará em outro lugar. E é tudo uma coisa muito louca. Mataram pessoas, bombardearam civis e nós víamos tudo pela televisão, quietos, porque a violência vulgarizou-se e vivemos num mundo perverso que tem a fisionomia desta perversidade.
Modelo Novo – Não sou a favor de nenhum dos lados porque acho que todos são culpados. Um provoca, outro atiça e chegamos à falência da sociedade, como estadistas incapazes de, pelo diálogo, solucionar os problemas do mundo. Desde 1982 vivemos conjunções muito fortes. Neste momento vivemos outra destas conjunções e em 92 haverá outra. Então, conflitos tendem a se espalhar pelo mundo e todos participarão de alguma forma. Uns países entrarão para lutar, outros para contestar, e chegará o momento em que até a China será envolvida. Ninguém deverá ficar de fora porque existem conjunções planetárias nas quais os astros estão muito condensados. Serão guerras modelo novas, que vão se manifestar das formas mais inusitadas via atos de terrorismo, maior violência urbana ainda, e ainda maior número de seqüestros.
Haverá uma coisa que os sistemas não conseguirão evitar, que são os atos de pirataria televisiva. As informações sofrerão interferência de TV’s piratas que entrarão nos noticiários informando coisas totalmente diferentes e gerando o caos na informação. E isto poderá não ter controle.
Exatamente hoje, 7 de fevereiro de 1991, Saturno que passou dois anos e meio em Capricórnio, mudando aquela coisa de cada um ser dono do pedaço, dos seus limites, entrou em Aquário, onde ficará outros dois anos e meio. E um signo da abertura, mas também de irreverência, da anarquia, da pirataria. Viveremos, então, situações anárquicas que não terão controle.
(...) No dia 15 de janeiro, havia um eclipse no céu e os EUA não atacaram. Mas em 16 de janeiro a Lua entrou em Aquário fazendo uma quadratura. E o Iraque foi atacado. (...) Para falar apenas do Iraque, Israel e EUA, que são os mais diretamente envolvidos: cada um com sua religião, islamismo, judaísmo e cristianismo, deverão levar o mundo a conflitos religiosos, com as pessoas brigando por causa de suas raízes, etnias, sua genética, espiritualidade.
A partir de janeiro de 95, os planetas estarão condensados em Sagitário. E será a vez de briga diplomática. Poderá acabar a segurança dos direitos humanos. Em 94, 95, até 2000, vamos pedir a Deus que nos dê luz e paciência para suportar o que vem por aí. E Saturno em quadratura e fazendo ângulos de 90º com planetas muito fortes**. Assim será até por volta de 2012, no dizer dos índios americanos. Até 2014, em minha opinião. Se não houver uma grande mobilização pela paz, haverá um grande extermínio. Se não se tomar providências rápidas virá a fome e as pestes, que não se restringirão ao AIDS, ou a gripe dos Yuppies, nos Estados Unidos.
Resgate pelo amor – No entanto, os astros dispõem, mas não impõem o comportamento do ser humano no espaço das forças cósmicas. As pessoas realmente pacifistas devem levantar-se. Vamos gritar contra o extermínio, contra a poluição dos mares, rios, ar e da natureza como um todo. Houve uma época em que lamentei ter nascido no Brasil, atrasado e subdesenvolvido. Mas procuro ler o livro da natureza e hoje estou feliz por ter nascido aqui, país que tem tudo sem ser a onipotência do consumo. Com uma riqueza natural fantástica, climas privilegiados podem plantar rápidos e colher rápido. Não temos por que passar fome. Só espero que os brasileiros parem de agredir a natureza e o próprio ser humano.
Como não podemos ficar presos a este lado destrutivo do homem esperemos que os sábios ajam de forma simples, colocando as coisas de ouvido a ouvido. E vamos confiar nas forças regeneradoras da natureza. Vamos cada um, fazer o que pudermos em nosso micro espaço. Não somos apenas joguetes dos astros e planetas. Cabe ao homem, num determinado momento, ao ver que a árvore está bichada, cuidar dela para que a natureza não se vingue, fazendo caírem às folhas, as flores e se perderem os frutos, permitindo que chegue um inverno terrível que poderá matar a própria árvore. Na realidade, chegarmos à Era de Aquário, com sua decantada solidariedade, cor, som, paz e felicidade paradisíaca, depende de um movimento de resgate de amor, de ecologia, e de movimentos pacifistas que contribuirão para que se gere uma nova civilização.”
* Apocalipse.
**E aspectos se formando entre planetas lentos: Uranos, Netuno e Plutão
*********************

Paraíso Informático

Segunda-feira
Despertador 7h30
Yoga chuveiro
Secador de cabelo
Rádio MEC música
Forninho pão/torradas
Cafeteira elétrica
Liquidificador vitamina
Linhaça aveia germe de trigo
Frutas na geladeira
Telefone-Fax
Vavevi@pipoca.com.br
Elevador
Táxi
Metrô
Escada rolante
Densitometria óssea
Mamografia
Tomografia computorizada
Ultra-sonografia da tireóide
Relógio
Fotografias digitais
Avião
DVD
Cinema

Tempo espaço
Celular
Caixa-eletrônica
Extrato bancário
Elevador
Interruptor
Luz
Ar condicionado
Janela fechada
Poluição
Xerox
yyy.mpi.com
TV Jornalismo
Amigos perplexos
Guerras violência corrupção
Mediocridade
Demônios que os pariu
Amanhã não
Nunca mais segunda-feira.
M. P. F. / 1998.
*****************************************

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Signo de Câncer - Inverno / hemisfério sul

Astrologia é uma linguagem simbólica
O signo de Câncer pertence ao elemento
Água - Analogia com Lua -
feminino, cardinal
Câncer é o 4ª signo do Zodíaco (20-21-22/jun. a 22-23-24/jul. dependendo da latitude e longitude horária)

Características agradáveis e desagradáveis deste signo:
Raízes. Lar. Família. Parentes. Fecundidade. Ancestralidade. Tradição. Memória. Parcialidade. Nostalgia. Poesia. Sentimento. Sensibilidade. Delicadeza. Sonho. Quimera. Ilusão. Proteção. Receptividade. Imitação. Maternidade. Feminilidade. Imaginação. Passividade. Inconsciente. Ressentimento. Susceptibilidade. Lágrima e choro. Pressentimento. Dedicação. Receios. Impressionabilidade. Frieza emocional. Patrimônio. Conservadorismo. Fragilidade. Instinto. Emotividade. Envolvimento. Domesticidade. Resistência emocional. Espírito gregário. Senso de defesa. Controle. Capricho. Infantilidade. Alteração de humor. Alimentação. Nutrição. Etnias.

Flores do Bem

Pintura de Nise em canção
Bernardo Horta / 2004


Um gato brilha em seu olhar
Mulher da futura imaginação
Mergulha em ruínas ancestrais
Diamante que surge da escuridão

Vertigem no espaço da mente
Senhora das imagens
Santa, louca, mãe da gente
Fina flor de eternidade

Em inumeráveis estados do ser
Persevera e se liberta do breu
Oh, moça que lê imagens
Diz: que mito sou eu?

Em vida, transcende o corpo
Sua lucidez a ultrapassa
Psicodélica, reveladora
Operária, tijolo-argamassa

Matriz da expressão de Sócrates
Diotima-madrinha, enternece
Freud sussurra o seu nome
Jung jamais a esquece

Selvagem antiga do engenho
Bruxa-ninfa superzen
Rebelde que transborda em fúria
Amor sem limite, indignação-amém

Exemplo de vida, vigor animal
Arquétipo da superação
Liberdade alucinante
A ira sagrada da revolução

Sons, imagens - portal de expressão
Coração exposto em sensibilidade
Mitos que provêm do ventre profundo
Semente de luz, cura e humanidade

Gênia doida, fera agressiva
Abre as portas do hospício, em urgência!
Derruba grades e grades
Mostra que o poder, este sim, é a demência


Mistério, entre livros e pinturas
Zênite que flui pelos ares
Matéria-prima de energia pura
Arqueóloga dos mares

Mestra, gata, Nise brasileira
Alguém sempre admirando-a no retrato
Personalidade forte e terna
Estrela tímida, de brilho estupefato

*********************************