Páginas

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Alan Watts, sabedoria viva.


Mais Alan Watts. 

          Watts foi sem dúvida, nos meados do século passado, um dos introdutores mais eloquentes da cultura Oriental para o Ocidente. Influenciou toda uma geração, a qual faço parte. Escreveu dezenas de obras com simplicidade e pontuações sábias. E sua postura existencial nada preconceituosa era exemplo admirável. 
          “No Zen, o mestre nada ensina ao aluno, mas força-o a aprender por si mesmo, e mais do que isso, não se considera um mestre, posto que somente em relação ao despreparo de um estudante é que se pode falar em mestres. Somos forçados a encontrar nossos próprios caminhos por nós mesmos, não através dos mestres, mas por sua ausência, de maneira que não haja a tentação de depender dos outros. É verdade que no Japão o estudante zen tem a naturalidade do seu mestre para embaraça-lo”. (Alan Wats -This is it – O Zen e a experiência mística, Cultrix, pg. 69)
 Precisamos ler e acompanhar Homens e Mulheres de grandeza humana e espiritual para compensar a mediocridade, estupidez e mesmo a gama de perversidade, diabolicamente, solta no Planeta Terra.~~~~~~~~~~~

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Alan Watts, saudades!


Retomo leituras necessária, aprofundamento.
   Nos anos cincoenta e sessenta do século que acabou de passar, um Guru/Mestre maravilhoso era ALAN WATTS, abrindo as portas para o espírito do Oriente. Tão importante para minha geração quanto foi D. T. Suzuki (Introdução ao Zen - Budismo) e Aldous Huxley (As portas da percepção ou El fin y los medios - este último livro importante para outro incrível homem/sábio, o monge beneditino/cisterciense, Thomas Merton, que mergulhou na sabedoria oriental e em Suzuki). 
     Homens profundos contribuíram para a minha história de vida. Muitos como o divino Jesus de Nazaré, João da Cruz, M. Eckhart, Erasmo, T. Chardin, C. G. Jung, e... me apontaram o caminho essencial que liga/converge o relativo ao absoluto. Volto-me a Watts, neste semestre de semi recolhimento. 
   
Estes homens me ensinaram a viver com simplicidade a vida ativa - mínimo de tecnologia, próxima à natureza, despojamento, meditação e silêncio interior. 

 este texto, 1975.
Alan Watts:
 "Em nada, não há nada que temer". 
Foi um homem do NADA, por excelência.

Esta pequenina obra é uma joia escrita por um brasileiro, J. C. Ismael. Homem profundo, de vida pública, que amava a vida interior. Escreveu breve biografia de Thomas Merton e sobre místicos cristãos.
Nota: Alan Watts nasceu no mesmo mês e ano de Thomas Merton - os dois viveram intensamente como escritores e mergulhados na vida interior, altamente espiritualizada.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Palavras em papeis de seda

Performance – palavras em papeis de seda -
 aconteceu dias 25 e 26 de julho de 2015
   
    Em papeis de seda fiz desenhos de pássaros à disposição do público. Cada um interagindo escrevia palavras sobre os papeis e os prendiam soltos na parede da grande varanda do Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Santa Teresa. 25ª edição Arte de Portas Abertas


Palavras escritas em muitas línguas

Liberdade de expressão...
alegria das crianças !


 Em japonês
Santa Teresa AMO
Postado - martha pires ferreira

domingo, 19 de julho de 2015

25ª Arte de Portas Abertas - Santa Teresa


 25ª edição Arte de Portas Abertas
 - Santa Teresa em Festa -
ESTAREI EXPONDO
[ farei uma Performance ]
Martha Pires Ferreira


GALERIA MODERNISTAS
 (coletiva) R. Paschoal Carlos Magno 39.
- Visitação - 23 / 07 / 15 
Até 30/08/15 - terça a domingo
 das 10h às 18h.

****
Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian
(coletiva) R. Benedito Hipólito, 125 - Praça Onze.
Visitação - 24 /07 /15 
Até 30/08/15 - das 10 ás 18h.
****
- PERFORMANCE - 
PALAVRAS às 16h 
 Dias 25 e 26 (sábado e domingo) - 
-  Centro Cultural Laurinda Santos Lobo -
R. Monte Alegre 306
Podendo comparecer, alegria! 
clicar para ler
~~~~~~~~~~

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Luiz Alves e Marcos Ariel - Alto Nível - Casa das Palmeiras


       Dois naipes de ouro da música brasileira 
 Marcos Ariel / Piano e Luiz Alves / Baixo, 
ontem, dia 7 de julho, na Casa das Palmeiras
Só felicidade geral - DUO de Altíssimo Nível.
Presente:
Clientes e familiares, amigos e admiradores da obra de Nise da Silveira
Ver mais




Amigas/os, entre eles, Cassia Kiss, fotografando.
Como Solange Brito ela é uma das Madrinha da Casa 
___________________