Páginas

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Desenvolver a compaixão

Lamentável; nestas últimas semanas como se empobreceu a discussão do Brasil como Nação, País! Quanta baixaria!
Nunca poderia imaginar que chagaríamos tão abaixo do bom nível/ Caronte, filho das trevas, barqueiro dos infernos nos levando para o mundo subterrâneo e nos confrontando rosto a rosto com a deusa Hécate, a mãe devoradora, tenebrosa, obscura que reina no Hades.

Pelo visto teremos que suportar, ainda, o ferver deste fogo diabólico, inconsequente. Quanta ignomínia, infâmia! Recebo bombas de textos/anexos fantasmas sem autoria; nem Plutão, Prosérpina ou Lilith admitiriam receber tanta baixeza impunemente. Por que se aproximar tanto das forças do submundo? Simbolicamente precisamos encontrar uma pista como resposta. E se, para alguns, "Deus está morto", e não vem nos socorrer, a Consciência nos chama a acordar para níveis mais elevados, éticos, e, alteridade.
"Não faça para o outro o que não quer para si mesmo" - princípio cristão.

Uma coisa é verdadeira; quem sustenta nas bases este grandioso país, Brasil, são os milhões de pobres / trabalhadores; homens e mulheres, gente simples do povo, que estão sem entender nada do que ocorre, precisam continuar a dar o suor de meus corpos para terem moradia (quando tem), alimentar e educar seus filhos/as. Tiririca é a imagem representativa do nosso povo? Há o que se pensar!

Recorro a Sua Santidade, o Dalai-Lama:
Se sua ira não for exagerada, o aconselhável é não evitar as situações difíceis ou pessoas que lhe causam contrariedades e o deixa irado. Caso esta postura e prática de disciplina interna não sejam possíveis, procure sozinho em lidar com sua ira e desenvolva a compaixão.
______________________________________

Um comentário:

há palavra disse...

Martha,
concordo totalmente contigo. Também recebi e continuo recebendo esses emails apócrifos, repletos de ataques pessoais que, na verdade, revelam uma total despolitização [no sentido profundo da palavra] de quem os envia.
Impressiona a confirmação de que adiantam muito pouco os avanços tecnológicos se esses recursos - como o computador e outros - são usados para uma "guerra" que nos remete de volta à pré-história da humanidade...
Enfim, deixo aqui para você o link de um artigo punlicado na revista Piauí sobre o assunto - é bastante longo,mas vale a leitura:
http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao_47/artigo_1391/Pancadaria_na_rede.aspx
Abraços fraternos!
Raul