Páginas

domingo, 14 de março de 2010

Mulher africana

Bico de pena, aquarela e selo, 2007
Mulher africana
desenho, martha pires ferreira
___________________________________________

3 comentários:

Ademário da Silva disse...

Mulher africana
Bico de pena, aquarela e selo, 2007
Mulher africana
desenho, Martha Pires ferreira

Martha Pires Ferreira
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Astróloga e Artista Plástica
Domingo, 14 de março de 2010
Copiado do site CADERNO AQUARIANO
******************************
Mulher negra
Negra dama, anciã e menina
Fêmea felina e retilínea negra
Espalhou-se pelo mundo pelas mãos da dor
Do Harley, carioca e baiana / Do Cabo Verde até Alfama
Semente de luz angolana, nigeriana e também moçambicana
Minha avó tão africana... (trisavó)
Ai que saudade do pé de moleque, do caldo de cana
Angu com quiabo e a sobremesa... Banana
Da Dindinha e também da Donana
Do negro respeito aos seus ancestrais
De sua tradição e dos seus rituais
Que saudade da terra, das frutas e dos animais
Que saudade dos rios, montanhas e savanas
Ai que saudade do seu sol e do seu céu
Tempestades e corais, suas noites cheias de estrelas permanentes e cadentes
Que saudade das tendas, das prendas e rezas
Dos cantos e de toda alegria e ainda dormir recolhido no seu coração
Da sua fala firme e morna que espantava fantasmas
Tambú de jongo e a reza no corpo
Casca de alho, alecrim no carvão em brasa
Incenso de fé que protege a casa!
A sua fala um lindo dialeto
O seu sorriso de um prazer inquieto /
Cantarolando uma canção do Keto
Pizindim faz silêncio que a vida não é surda
E Nanã não me ouve se não sinto e penso!
Rezo o riso, eu rezo rosa, eu rezo a vida e rezo a rua
Rezo o encanto, eu rezo o canto e rezo a lua!
Eu rezo a dor e rezo o amor / Eu rezo o tempo e rezo a flor!
************************************************************
Ademário da Silva **** 21/março/2010

Anônimo disse...

Ademário da Silva,
Que bela poesia!

Meu abraço afetuoso,
Martha Pires Ferreira

Ademário da Silva disse...

Martha achei muito bom o seu site, e como muito me interessa as coisas da Mãe africana, achei de dar meus pitacos por aí.

Ah! e colquei lá no meu blog também, com uma cópia da sua pintura que é simplesmente magnífica; posto que que mostra as cores e as curvas da história da mulher, no tempo e no espaço...

Um abraço fraterno pra você também...