Páginas

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Solidariedade a Realengo


A sociedade inteira, o mundo, todos nós que amamos a vida e a dignidade humana estamos de luto diante desta tragédia que se abateu em sangue sobre o chão de uma Escola, nesta semana. Que razões um jovem desvairado sai matando sem piedade outros jovens adolescentes, ainda crianças? Escola Municipal Tasso da Silveira, Realengo, Rio de Janeiro, Brasil - espaço sagrado para a boa formação educacional, cultura geral, princípios éticos, convívio humano, aprendizagem de cidadania e outros valores.

Um quadro de horror, inconcebível, abateu nossa cidade!

Impotente, que posso fazer? Meu abraço afetivo e solidário a Realengo.

Que reflexões objetivas diante de tamanha violência e perplexidade? Que caminho de sabedoria quando presenciamos reinar por todo o Planeta Terra, a estupidez moderna que idolatra a criação sofisticada das armas, o prazer da violência pela violência e as glórias das guerras? Que jovem desgraçado é este que teve como horizonte o espetáculo do crime planejado e o suicídio como fim?

Choramos os mortos, choramos as dores familiares e amigos, choramos porque estamos feridos em nossos valores fundamentais de qualidade do que é o outro, nosso igual. Oremos e trabalhemos por um mundo consciente e lúcido.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Este jovem, suicida, paradoxalmente, é também vítima de uma facção da sociedade cruel, excludente e hipócrita. Que Deus acolha a todos em sua bondade infinita!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Um comentário:

Maysa disse...

Martha


Texto comovido e lúcido. Nosso mundo, com a contribuição de muitos, pode ser consciente e lúdico.
Parte da harmonia interior está em aceitarmos nossa fugaz passagem por ele.
Bj
Maysa