sábado, 30 de abril de 2011

Papa João XXIII






Angelo Roncalli aproximação com cristãos ortodoxos; conciliar a multiplicidade das tendências religiosas.

Saudades de João XXIII!



Sonho com o papa ecumênico, maravilhoso inovador, risonho e despojado de pompas, Angelo Roncalli >>>> conciliador por excelência aceitava a multiplicidade das tendências religiosas.
Fico lembrando suas caminhadas como representante apostólico da Igreja de Roma; na Bulgária nos anos 1929, depois Turquia, Grécia e França. Homem simples e de imensa sensibilidade, sem que esperasse, o conselho de cardeais o elegeu papa João XXIII. Em 28 de outubro de 1958 minutos depois das 5h da tarde a fumaça branca surgiu na chaminé da Capela Sistina >>>> Habemus papam!
Em 1959 João XXIII anunciou um novo acontecimento para o mundo cristão; o Concílio Vaticano II. Entregou democraticamente a palavra e a responsabilidade aos bispos como representantes das comunidades cristãs espalhadas em todos os países onde havia representações e com isso o futuro da Igreja Católica. O inesquecível João XXIII iniciou a abertura do diálogo para o mundo em larga dimensão humanista e os céticos do mundo não ficaram indiferentes, sejam os cristãos ortodoxos, cristãos e não-cristãos (padre xintoista do Japão), Oriente e Ocidente, os comunistas russos com os quais iniciou diálogo e os judeus.

“Estou persuadido de que sua nobre crença nos mais altos valores humanos, como ficou demonstrado no tempo das atrocidades nazistas, o guiará em suas novas e importantes tarefas” Isaac Halevy Herzog – rabino-mor de Israel, felicitando João XXIII por sua eleição ao papado.


Paz na Terra, era muito o que desejava!
“Por que deveriam os recursos do gênio humano e as riquezas dos povos serem aplicados mais frequentemente para fabricar armas – perniciosos instrumentos de morte e destruição – do que para aumentar o bem estar de todas as classes de cidadãos e particularmente das classes mais pobres?” João XXIII

Duas preciosidades de João XXIII- Documentos Pontifícios:

Mater et Magistra >>>> carta encíclica - Sobre a recente evolução da questão social - 1961


Pacem in Terris >>>> carta encíclica – Sobre a paz dos povos na base da Verdade, Justiça, Caridade e Liberdade - 1963

JOÃO XXIII permanece com sua chama VIVA !
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Um comentário:

Maria Taís disse...

Excelente! Parabéns!