sábado, 14 de novembro de 2015

Noite escura da humanidade

Horóscopo Natal da noite de horror em Paris ontem, dia 13 de novembro às 21h49.    
Horror em tempo de escuridão no coração da História.
          Não exponho meu pensamento em análises astrológicas. Um bom estudioso está sabendo ler o Firmamento. Nada acrescenta, ao público leigo no assunto, dizer o que apontam os astros ou o que o ser humano está fazendo/procedendo em seu estado biológico, e mais, antropológico/sociológico tão involuído, tão mesquinho. Os horrores do mundo são realizações tecidas por seres insignificantes. O outro é o inimigo e o culpado, portanto deve ser destruído, não há espaço no coração do ser menor para feitos de solidariedade, e menos, para a amorosidade. 



















Barbárie não leva a nada.
Diálogo é necessário.
Confrontos de cultura, valores e princípios
necessitam de um ponto convergente.
____________
A necessidade da Vitória

Quando um arqueiro atira sem alvo nem mira
Está com toda a sua habilidade.
Se atira para ganhar uma fivela de metal
Já fica nervoso.
Se atira por um prêmio em ouro
Fica cego
Ou vê dois alvos –
Está louco!

Sua habilidade não mudou. Mas o prêmio
Cria nele divisões. Preocupa-se.
Pensa mais em ganhar
Do que em atirar –
E a necessidade de vencer
Esgota-lhe a força. 
                           Chuang Tzu 300 a.C.
~~~~~~~~~~~~~

Nenhum comentário: