sábado, 22 de fevereiro de 2014

Erasmo de Rotterdam - Flores do Bem

Vez por outra me apaixono por alguma inteligência impar. Neste momento, novamente, tomada pela grandeza humana de Erasmo de Roterdão (1466? -1536).
Aos 23 anos Elogio da Loucura, tradução de Aldo Della Nina/Brasil editora S. A., SP, s/d., foi revolução em minha formação intelectual.
 (Guardo esta obra prima desde 1962, como coisa sagrada).
Memórias de Erasmo de Édouard Beauduin /Paz e Terra, SP, 1991 (diário pontual).

Reli Elogio da Loucura (algumas vezes). É a loucura quem fala majestosa.
Erasmo, a renascença e o humanismo de Ivan Lins/Civilização Brasileira, 1967 - conferências em 1936, ABL, ao comemorar o quarto centenário da morte de Erasmo, uma viagem histórica.
Aqui e ali muitos dos seus Adágios/Colóquios, sutis, irônicos e sarcásticos.
Comentários na coleção Os Pensadores/Abril Cultural, 1979 - breve biografia.
Diálogo ciceroniano Erasmo de Roterdã/editora UNESP, 2013 - muito bom. Tradução do latim - o prefácio fica a desejar.
Erasmo de Rotterdam, o mais eminente filósofo da renascença tradução de Luiz Feracine – Filosofia comentada/Lafonte, 2011 e Erasmo De Pueris (Dos Meninos) e
A Civilidade Pueril /Editora Escala s/d. Obra educativa.
O último livro que li veio de Portugal pela Livraria Leonardo da Vinci, Erasmo de Roterdão A Guerra e Queixa da Paz, introdução e tradução do latim de A. Guimarães Pinto/edições 70, Lda. 1999. Grande obra, aqui é a Paz que fala.
____________________________
Erasmo é um pensador extraordinário que precisa ser relido e revisto. Homem de uma cultura extraordinária,;visão do mundo sem igual. Ser estudado, lido em especial por pessoas que se dizem cristãs, não importando a vertente. A visão filosófica do Cristo é a saída para uma humanidade generosa e igualitária, sem onipotências, luxurias bizarras e guerras. Humanista contemporâneo é pacifista e educador refinado. Igreja Católica Romana, logo depois de sua morte, colocou suas obras no Índex /proibição total.
Ninguém pode escolher os próprios pais ou a pátria, mas cada um pode moldar sua personalidade pela educação” 
 “Toda educação saudável é uma educação sem controle religioso” 
Erasmo por Alberto Dürer, gravura, 1526.
Que alguma Editora se aventure com algum sábio que traduza os Adágios/Colóquios 
de Erasmo de Roterdã. Desejos meus. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
P.S. É possível ler a obra Erasmo de Rotterdam: Triunfo y tragédia de Stefan Zweig na internet
__________________________

Um comentário:

Anônimo disse...

Estou no meu Elogio da Loucura e
lendo pausadamente para não perdê-lo de vista.
A cada lida surpreendo-me adoravelmente com suas palavras. Sempre transbordantes de vida!

bj
denise