Páginas

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Meditação / Contemplação

Em tempos de tranquilidade, de harmonia, de inquietação, de conflitos à nossa volta, e mesmo diante de tanta incerteza/impermanência num mundo em transições profundas como tudo o que estamos vivendo no nosso planeta Terra, meditar, nos interiorizar em estado contemplativo, é chegar a um horizonte apaziguador.
Meditar é tesouro para a natureza humana.

Como meditar?
Procure local de silêncio, de preferência no quarto, recanto da sala ou outro que possibilite um tempo de recolhimento. Necessário dispor de 15’ a 20’ para internamente se aquietar em estado de contemplação. Podendo iniciar com 10’ e depois passar para 15’. Meditar pela manhã, e podendo, novamente, à tardinha.
Sentar-se com as costas eretas para melhor circulação sanguínea. Manter-se quieta/o, com os músculos soltos, relaxados, os olhos ligeiramente fechados ou fechados, como preferir. A mente alerta, atenta. Respiração suave, constante no observar; inspirando e expirando. Quando já estamos experientes meditamos em qualquer lugar, e mesmo caminhando em plena atenção interna.

Para que a interiorização se faça da melhor maneira é aconselhável que se escolha uma palavra/frase curta; sagrada como oração e a repetição desta palavra enquanto se inspira e expira, num ritmo natural. A palavra deve ser repetida internamente em silêncio, desta forma afastará os pensamentos que atrapalham e invadem a mente; ajudará na concentração e no afastamento das múltiplas dispersões. A mente ficará mais serena na medida em que se esvazia dos pensamentos. Manter sempre atenta à respiração pousada.
Palavras recomendadas da tradição Cristã: Vem, Senhor, Veni Domini, Maranatha (do aramaico - São João, Apocalipse 22;20), Lumen Christi, Agnus Dei (Codeiro de Deus). O som oriental Om é bem acolhido. Cada pessoa poderá encontrar uma palavra que sinta, afetivamente, mais à vontade. Caso distrações aconteçam com pensamentos ou inquietações voltar à melhor postura física, à respiração tranquila e à palavra escolhida. Na tradição Zen basta a respiração sem palavras, o silêncio interno em plena atenção.
Meditando cada dia com regularidade irá perceber um fortalecer na saúde, harmonia nas emoções, enriquecimento das funções intelectuais/mentais, mais doçura no coração sensível. Nada de esperar resultados, tudo ocorrerá naturalmente com o tempo em razão da prática continuada. Importante é o estado contemplativo, a quietude interior.
A meditação contemplativa nos surpreende quando nada esperamos, ilumina nossa alma nos conduzindo a níveis de vida mais depurados.
O silêncio interior é o ouro dos alquimistas.
___________

Nenhum comentário: