terça-feira, 27 de maio de 2008

Frases de Nise da Silveira

Em breve, esperamos que ainda este ano, teremos nas livrarias dois livros: o de Bernardo Horta e o meu/Martha, a caminho. Fomos amigos incondicionais da sábia senhora. Tínhamos o hábito de anotar suas palavras nos nossos caderninhos.

“Todo mundo deve inventar alguma coisa, a criatividade reúne em si várias funções psicológicas importantes para a reestruturação da psique. O que cura, fundamentalmente, é o estímulo à criatividade.”

“É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade.”

“Para começar a estudar é preciso, de início, capinar. Capinar, capinar, capinar... Intensamente. Somente, após longo trabalho de capinação é que você poderá trocar o ancinho por um longo pente, e passá-lo sedosamente nos cabelos de uma mulher.”

“A contaminação psíquica é pior que piolho. Vai passando de uma cabeça para outra, numa rapidez incrível. E, como você sabe, todo mundo já pegou piolho.”

“Há no meu temperamento essa fúria. Quando eu quero uma coisa, eu insisto. Todo o dia, sem falta, eu levantava cedo, pegava o ônibus e ia trabalhar em Engenho de Dentro. Todo dia, todo dia... Nada me tirava daquele caminho.”

“Os gatos são os seres mais lindos, inteligentes e independentes do mundo. Essa é a razão por que os homens têm tanta dificuldade de se relacionar com eles e os perseguem indiscriminadamente desde o início dos tempos.”

“Desprezo as pessoas que se julgam superiores aos animais. Os animais têm a sabedoria da natureza. Eu gostaria de ser como o gato: quando não se quer saber de uma pessoa, levanta a cauda e sai. Não tem papo.”

“Eu me sinto bicho. Bicho é mais importante que gente. Pra mim o teste é o bicho, se não passar por ele, não tem vez. Freud disse que quem pensa que não é bicho, é arrogante.”

“Porque passei pela prisão, eu compreendo as pessoas e os animais que estão doentes, pobres, que sofrem. Eu me identifico com eles. Sinto-me um deles.”

“Só os loucos e os artistas podem me compreender.”


2 comentários:

Deni disse...

Cara Martha,
prazer em conhecê-la!
Todos os dias venho aqui e te leio um pouquinho.
Estou lendo também Jung, meu afim, no seu Memórias, Sonhos e Reflexões.O primeiro Título (segundo livro pois perdi o primeiro) de outros tantos a serem lidos, acredito nisto.
Também conhecendo o pensamento da Dr. Nise, que conheci através das crônicas do Generoso e Sensível Artur da Távola, que ao partir deixou um vácuo, que aqui sinto-o menor.
Continue "blogando" pois saiba que tem alguém aqui que te lê e sente-se alegre com suas "Flores do Bem" demais textos e a cada dia "engatinhando" na expansão de consciência e no aprimoramento do Ser!
um beijo carinhoso
denise

Joaquim disse...

Gostei muito desse espaço... a eloquência, a ludicidade e a sobriedade das reflexões aqui expostas são muito inspirantes. Como bom aquariano, vou sempre estar por aqui, contemplando a paisagem! Abraços!