Páginas

sábado, 1 de agosto de 2009

Flores do Bem

Manter corpo e alma sensíveis na unidade,
de modo que não possam separer-se.
Conter a força vital e torná-la dócil,
para tornar-se como o recem-nascido.
Purificar-se, abstendo-se de perscrutar os mistérios,
para permanecer são.
Amar o povo, para poder governar sem agir.
Abram-se ou fechem-se as portas do Céu,
poder ser como a Fêmea.
Inundando de luz por todos os lados, poder ser ignorante.
Gerar a vida e mantê-la,
produzir sem se apropriar.
Eis a Virtude misteriosa.

Lao Tsé - Tao Te King - 570 a. C. no reino de Chen / China.
***********************************

2 comentários:

denise senra disse...

Martha querida,

que bom vê-la juntamente com as Flores do Bem!
Estava com uma saudade grande !
Até quarta.
beijos marthinianos,
denise

denise senra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.