quinta-feira, 7 de junho de 2007

O GRANDE HOMEM

Mantém o seu modo de pensar independente da opinião pública.
É tranqüilo, calmo, paciente: não grita nem se desespera.
Pensa com clareza, fala com inteligência, vive com simplicidade. É do futuro.
Sempre tem tempo.
Não despreza nenhum ser humano.
Causa a impressão dos vastos silêncios da Natureza: o céu, o oceano, os animais, a vegetação, o deserto.
Não é vaidoso, como não anda a cata de aplausos, jamais se ofende.
Possui sempre mais do que julga merecer.
Está sempre disposto a aprender mesmo das crianças.
Trabalha só pelo prazer do trabalho em si, nunca pela recompensa material. É responsável e consciencioso.
Vive dentro de seu próprio isolamento espiritual, aonde não chega nem o louvor nem a censura. Não obstante, seu isolamento não é frio: Ama, Sofre, Pensa, Compreende.
O que você possui: dinheiro ou posição social, nada significa para ele. Só lhe importa quem você é.
Despreza a opinião própria, tão depressa verifique o seu erro.
Não respeita usos estabelecidos e venerados por espíritos tacanhos.
Respeita somente a verdade. Tem mente de homem e coração de Criança. Conhece a si mesmo, tal qual é, e conhece a Deus.
(H.T / prosa poética - 1961)

Herbert Timm /
Recife/ Pernambuco/ Brasil - nasc. 1937 - (é poeta de imensa sensibilidade / escolheu a vida reservada e silenciosa).

Um comentário:

herbert disse...

Herbert Timm sente-se honrado em ter seu poema postado ao lado deste seu magnífico trabalho gráfico, representativo de incrível salto da alma ao mundo interior e cósmico do aqui e agora, do agora ao mágico, do mágico ao infinito, do infinito à mandálica universalidade de tudo o que é belo e enigmático, como o encanto de uma simples gota de orvalho. Gostaria de corresponder-me com você:email: timmopinion@gmail.com