Páginas

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Basta de bombardeios a céu aberto!!

Basta, basta, basta! 
Não estamos suportando tamanha covardia! 
Campo de concentração? Assassinato em massa? Perversidade sustentada pela comunidade internacional?

Recomendo Erich Neumann / Israel, Tel-Aviv, maio de 1948* 
         “Supera-nos a todos o lado sombrio da humanidade, que escurece o céu com raios da morte e com as bombas atômicas. Quase sempre o grande aniquila o pequeno; mas este sempre sobrevive. Sempre Davi vence Golias. O pequeno é sempre portador de um prodígio, porque ele é um indivíduo criativo com o qual a humanidade palmilha o seu caminho histórico”.
[... e quem é o pequeno?]
          “O problema do mal é um dos problemas mais centrais do homem moderno. Nenhum apelo a velhos valores e paradigmas nos impedem de reconhecer que vivemos num mundo em que o mal no homem, que se levanta gigante das profundezas, nos coloca a todos sem exceção diante da pergunta: como podemos haver com esse mal?”
          “A velha ética determinou, em sua forma judeu-cristã, a estrutura da humanidade ocidental”.
          “A totalidade para além dos contrastes, que se faz mister estabelecer, é uma unidade em que se encontram não somente a exigência estética e ética, mas também a religiosa. A exigência de, confessando a unidade, tomar posição para com este um, é a tarefa fundamental do homem moderno”. [grifo meu]


Erich Neumann sonhava/afirmava, apesar das diferenças entre todos os povos, um aumento de solidariedade com sentimento humano e identidade na estrutura humana essencialmente unitária. Entre as raças, os credos religiosos e várias épocas dominam e retornam ao ponto de origem as mais distintas constelações arquetípicas, entretanto a espécie humana possui uma unidade indivisível em sua estrutura básica espiritual. Inconcebível o que estamos vivendo no planeta Terra que em Verdade pertence a toda a humanidade. O Sol nasce para toda a Humanidade.
A função do ser humano não é matar, assassinar, é ser essencialmente Humano.
Basta, basta, de bombardeios e planejada crueldade em céu aberto!
*Psicologia Profunda e NOVA ÉTICA, Edições Paulinas, SP, 1991
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Nenhum comentário: