Páginas

sábado, 29 de março de 2014

Visitem Santa Teresa, RJ - Dinossauros pelos trilhos

          Ode à Santa Teresa da solidão
                                                     martha pires ferreira
Este bairro, este bairro virou um bosque
               que se chama que se chama Solidão
         dentro dele dentro dele moram artistas;
poetas, músicos, andarilhos e filósofos da beleza
              operários, comerciantes e burocratas solidários

que suportam que suportam dinossauros

                     dinossauros
que roubaram que roubaram nossas canções.

Blim blem
         blim blem
                   blim blem
                        nossos bondinhos nos trilhos
            amarelinhos,
                          amarelinhos passavam cantando.
Varandas inusitadas, arejadas
              cheias de pernas coloridas e olhos para a vida.

Que estupidez retirar trilho secular. Que sacra burrice
não restaurar os Bondes Históricos!
             Retorno à Idade da Pedra Lascada
                                     estão seus moradores
           desarmados, perplexos. Movimentam-se
indignados à espera de competência.

Paleolíticos dinossauros vagueiam alienados
                        sem dar conta da tamanha imbecilidade
obra empacada na poética Santa Teresa libertária,
                   maculando mais e mais
           a maravilhosa cidade do Rio de Janeiro.    
=================================
  
Trilhos originais, obra prima séc. XIX !
Noite, às 20 h, retornando para casa, Rua Joaquim Murtinho / coragem noturna!
 Pela manhã pé de mamona exuberante 
         e capim beleza entre os paralelepípedos! Canteiro de obra - 


Buraco...registro da água. Lixeira / arte contemporânea / Curvelo.
 À noite 20h chegando em casa na escuridão.
 Trilhos maravilhosos, originais do séc. XIX.
---------------------------------------
P.S. Os operários são pessoas de bem, gente honrada, obedecem comandos.
==================================================

Um comentário:

Renata Lins disse...

que tristeza, Marthinha.